Monara Marques
Facebook Twitter Instagram YouTube
Contato
SOBRE
Monara Marques
EIS O MELHOR E O PIOR DE MIM....

O meu termômetro, o meu quilate. Vem, cara, me retrate. Não é impossível. Eu não sou difícil de ler.

O infinito de Marisa Monte não é tão particular. Roubei, na cara dura, um trecho de sua genialidade pra explicar minha insignificância. É assim que eu me sinto com todo esse universo ao meu redor. Às vezes completa, às vezes só. Mas nunca parada. Com 18 anos, resolvi ser porta-bandeira do mundo. Girei, girei, até cair em Budapeste, uma cidade parecida comigo: completamente dividida. “Pluralista”, diriam os colegas das Relações Internacionais, meu primeiro curso universitário. Migrei pro Jornalismo antes que me alistassem a um guerra. Mal sabia eu que estava entrando em uma interminável batalha. Assim são os jogos de futebol, uma das minhas especialidades. Pra quem duvida, está tudo no meu currículo, que em nada combina com storytelling. Atuando na Publicidade, descobri que há um jeito bem mais legal de contar histórias. E é assim que pretendo compartilhar a minha.

Saiba mais

17.nov.2016
Compartilhe: Compartilhe Facebook Compartilhe Twitter Compartilhe Google Compartilhe Pinterest

A rivalidade entre a dupla de Madrid, Real e Atlético, que se enfrentam amanhã, no Vicente Calderón, pela 12ª rodada da Liga das Estrelas, vai muito além de técnicos e estrelas do futebol mundial. De um lado, um time representado pela realeza e poder; do outro, um clube com origens ligadas às classes operárias da capital espanhola.

CHUVA DE GOLS
isco_benzema_real_madrid

Para aumentar ainda mais a expectativa, um duelo que coloca em choque filosofias bem opostas. O Real Madrid, que adora atacar, tem no seu ataque a maior prova do sucesso no quesito. Na atual temporada, foram 53 gols marcados em 17 partidas realizadas - no Campeonato Espanhol foram 31 tentos. Ainda para comprovar o ímpeto ofensivo dos merengues, eles lideram as estatísticas de chutes a gol: 20 tentativas no alvo, por duelo em La Liga.

AS ARMAS
Atletico-Madrid-train-at-the-San-Siro

Do outro lado, um time comandado por um estrategista: Diego Simeone. Sua especialidade? Segurança defensiva e impiedade nos contra-ataques. O argentino conta com um paredão no gol, Oblak. O goleiro se gaba de ter enfrentado Cristiano Ronaldo - craque madridista - oito vezes na carreira, no entanto, apenas uma vez o esloveno viu suas redes serem balançadas pelo gajo. Detalhe: após uma cobrança de pênalti.

OS GUERREIROS
atleti_elenco_vs_real_sociedad

No meio campo, Simeone tem o apoio de atletas que podem ser chamados, também, de guerreiros; e no ataque um trio que marcou metade dos gols - 15 de 30 - da equipe na temporada: Antoine Griezmann, Kevin Gameiro e Fernando Torres.

O TABU
cr7_vs_atleti_vicente_calderon

O embate pode elevar ainda mais o Real Madrid na liderança da Liga. Contudo, para manter o ponto mais alto da classificação e abrir ainda mais vantagem sobre o rival na tabela, os merengues terão que fazer algo que não acontece desde 2013: vencer o Atléti, em pleno Vicente Calderón.

Tem algum comentário a fazer sobre essa notícia? É só clicar aqui.

CRÉDITOS
Imagens: Reproduções/Internet

Alexandre Ferrari

Jornalista
Veja também: