Monara Marques
Facebook Twitter Instagram YouTube
Contato
SOBRE
Monara Marques
EIS O MELHOR E O PIOR DE MIM....

O meu termômetro, o meu quilate. Vem, cara, me retrate. Não é impossível. Eu não sou difícil de ler.

O infinito de Marisa Monte não é tão particular. Roubei, na cara dura, um trecho de sua genialidade pra explicar minha insignificância. É assim que eu me sinto com todo esse universo ao meu redor. Às vezes completa, às vezes só. Mas nunca parada. Com 18 anos, resolvi ser porta-bandeira do mundo. Girei, girei, até cair em Budapeste, uma cidade parecida comigo: completamente dividida. “Pluralista”, diriam os colegas das Relações Internacionais, meu primeiro curso universitário. Migrei pro Jornalismo antes que me alistassem a um guerra. Mal sabia eu que estava entrando em uma interminável batalha. Assim são os jogos de futebol, uma das minhas especialidades. Pra quem duvida, está tudo no meu currículo, que em nada combina com storytelling. Atuando na Publicidade, descobri que há um jeito bem mais legal de contar histórias. E é assim que pretendo compartilhar a minha.

Saiba mais

8.jun.2018
Compartilhe: Compartilhe Facebook Compartilhe Twitter Compartilhe Google Compartilhe Pinterest

Em tempos de fake news, quando muito se preocupa com a velocidade e pouco com a veracidade das notícias, quem apura com responsabilidade e no timing certo sai naturalmente na frente.

O furo, dado pela rádio Sagres 730, através do repórter Thiago Rabelo, de que Tite foi procurado pelo Real Madrid, representa, às vésperas do Mundial da Rússia, um movimento totalmente diferente na cobertura da Seleção Brasileira.

Como isso mexerá com o técnico, que tanto se preocupa com a estabilidade mental? Como isso repercutirá entre os jogadores, já que muitos também vivem a expectativa de protagonizar grandes transferências durante a Copa do Mundo? Como a CBF, que tenta renovar com Tite por mais quatro anos, já pensando no Mundial do Qatar, vai reagir a essa sondagem e encarar uma possível perda?

Se o relacionamento não se comprometer, e vejo maturidade de ambas as partes para que isso seja evitado, não tenho dúvidas de que a CBF, hoje com uma direção bem mais profissionalizada, enxergará o lado positivo dessa notícia, que é justamente o prestígio que essa negociação carrega. Se Tite, com os resultados e atuações em campo, já havia conquistado admiração e respaldo internos, agora é o mundo que se curva ao técnico e, de tabela, à nova gestão da Seleção Brasileira, pela acertada escolha.

Se no elenco o que não falta é estrela, agora, temos um técnico com pinta de galáctico. Não resta outra alternativa aos jogadores, a não ser respeitar Tite cada vez mais. Assim sendo, o trabalho flui e as chances de todos se promoverem com o Mundial são maiores.

Por fim, vejo Tite muito bem preparado emocionalmente para conciliar os próximos passos da carreira com a responsabilidade de comandar o Brasil.  Ele sabe que nada, nem o maior clube do planeta, é mais importante que uma Copa do Mundo e que a seleção com maior número de títulos mundiais.

Sabe também que o vazamento dessa notícia jamais será um pesadelo. O  Real Madrid, como disse o próprio treinador ao receber as primeiras sondagens, “é um sonho”, que, juntos com você, Tite, esperamos que se torne realidade, afinal, para se realizar, ele ainda depende de um bom desempenho na Copa, que é tudo o que queremos.

Monara Marques

Comunicação e Marketing
Veja também: